Brasil marca presença no maior encontro comercial global de orgânicos em edição 100% online

O Jornal Onews apresenta os resultados da BIOFACH/VIVANESS 2021 eSPECIAL direto da Alemanha

 

BIOFACH / VIVANESS 2021 eSPECIAL foi o evento online que aconteceu na Alemanha entre os dias 17 e 19 de fevereiro, envolvendo as duas principais feiras globais de alimentos e cosméticos orgânicos. Os números falam por si: durante os três dias da feira, 13.800 participantes registrados de 136 países se envolveram em trocas animadas em mais de 400.000 mensagens de chat e 10.000 videoconferências. Isso transformou uma feira digital em um encontro da indústria cheio de coração e inspiração, segundo a organizadora oficial. O Brasil representado pela Apex-Brasil (Agência Brasileirade Promoção de Exportações e Investimentos) participou com 25 empresas de alimentos orgânicos. “Consideramos o resultado muito positivo, principalmente em relação à experiência adquirida pelas nossas empresas na utilização de uma plataforma totalmente digital oferecida pela organização do evento. Além, é claro, das oportunidades de networking e negócios, totalmente digitais, no maior evento mundial do mercado de orgânicos. Destaco a oportunidade que as empresas tiveram de se atualizarem sobre as novas tendências e modelos de negócios do mercado de orgânicos com foco na sustentabilidade nutricional, por meio de palestras e salas virtuais com a presença dos maiores e melhores especialistas do setor de orgânicos no mundo. O Brasil é reconhecido não pelas estatísticas, mas pelo comércio de produtos únicos reconhecidos pelo mercado. O país tem uma representatividade importante por conta de produtos originários de biomas que nenhum outro país tem como óleos vegetais, grãos, castanhas, açúcar e mel. Em alguns deles, a produção brasileira está entre as maiores do mundo.

Por não existir uma harmonização e atualização de dados e estatísticas do setor no Brasil, não é possível posicionar o país nos rankings internacionais. Mas o Brasil é responsável, por exemplo, por cerca de 45% de todo açúcar orgânico produzido no mundo. Tem ainda aproximadamente 15% da produção mundial de mel orgânico, é o maior produtor de erva mate orgânica e um dos principais produtores de castanhas do planeta. São exemplos de que não se consegue comparar o país com outros países por um índice generalizado, porém a atuação das empresas no mercado internacional mostra que este reconhecimento comercial é uma realidade.”, relata ao jornal Marcio Rodrigues, gerente de agronegócio da Apex-Brasil. Para Ming Liu, diretor institucional da Organis que participa da BIOFACH desde 2004 o momento foi essencial entre os associados da Entidade, para ele o Brasil é um player estratégico para o restante do mundo. “Sendo a primeira vez feita de modo virtual, a feira neste ano foi um grande desafio pois a grande importância do evento era reunir 180 países fisicamente na Alemanha que tem um significado muito forte para todo o setor. 

Poderíamos ter uma participação maior entretanto vale lembrar que o Brasil ainda não tem um acordo de equivalência que é o passaporte que nos últimos 10 anos os principais países que tem um movimento do comércio fizeram para facilitar a circulação dos produtos entre eles. Esse processo de equivalência resolve a questão da regulamentação entre as Nações. Claro que essa limitação acredito, ser temporária pois o Ministério já retomou essa conversa para acordos de equivalência como vimos com o Chile”, nos explica Ming. A data para BIOFACH / VIVANESS 2022 já está definida e será de 15 a 18 de fevereiro de 2022. A novidade de 2022 é a maior sequência de dias de terça a sexta-feira.

Blogger Fruehstueck

Empresas brasileiras e seus produtos na Biofach 2021 em relação da Apex-Brasil:

 

 

 

 

Glúten Free –Farinha de arroz e mandioca

Jalles Machado S.A. –Açúcar

Be Ingredient –Frutas, sucos e outras bebidas

Usina Monte Alegre Ltda. –Açúcar

MN Própolis –Mel e própolis

Triunfo do Brasil Indústria e Comércio Ltda. -Erva e chá mate

100% Amazonia –Açaí, sucos, concentrados e polpas de frutas

Natucentro Propolis (Bee Propolis) –Mel e própolis

LabraFlora –Castanha Baru (Óleos e farinhas)

Onvit –Castanha de caju

FLORESTA EM PÉ –Castanha do Brasil

RESIBRAS / MARAMBAIA –Castanha de caju

PHYTONATUS –Mel e própolis

FHOM –Batatinhas, tortillas (snacks)

B.You Distribuição e Exportação S.A –Açaí

QUALITA BRASIL MATE E CHA – EIRELI –Erva e chá mate

GHF –Castanhas, açaí, cacau e semente de cumaru

Xingu Fruit –Açaí e polpas de frutas

SALADA AMAZONIA (Quero Quero) –Palmito

VAPZA ALIMENTOS S/A. –Alimentos cozidos e embalados à vácuo

USINA SÃO FRANCISCO S/A (NATIVE) –Açúcar, sucos, chocolates

GOOLA AÇAÍ –Açaí

PETRUZ AÇAÍ –Açaí e polpas de frutas

GLOBALFRUIT (Native Berries) –Açaí

D’BRASIL ORGANIC MOUNTAIN COFFEE (Fazendas Dutra) –Café

Destaque para TRIUNFO do Brasil

https://triunfodobrasil.com

Fundada há quase 100 anos e evoluindo de geração em geração a Triunfo do Brasil é uma empresa familiar no carinho com que trata sua matéria prima, e global em sua atuação. Há 4 gerações produz erva mate orgânica da região Sul do Brasil, único local do mundo com clima e solo favoráveis ao desenvolvimento natural da planta.

” A BIOFACH foi desde o início um projeto que a Organis e a Triunfo sempre estiveram juntas. Recebi nesta edição online contatos imediatos de uma empresa que já vai começar a comprar a erva mate. O Online realmente é mais dinâmico que o presencial tanto para cotações como para amostras”, conta Jeferson Umezaki do setor comercial de exportações da Triunfo. Para Patrícia Hock do mesmo setor, o fato de ter sido uma feira online gerou um grande reconhecimento nas mídias sociais e plataformas digitais. Antes não tinham essa representatividade digital como tem agora, após a feira. “A aproximação online favoreceu muito o nosso resultado e claro que tem prós e contras, a feira presencial é diferente e o online ainda vai melhorar nas próximas edições. Fomos preparados para prospectar e receber novos contatos e ambos foram atendidos.

O pós evento que estamos vivenciando neste momento é o de efetivar as vendas. Estamos em negociações”, explica ela.

Já para Louise Magron também de exportações comercias, a erva mate orgânica recebeu um aumento na procura e essa busca tem se dado principalmente pelo momento atual do mundo em relação a sáude.

Além do aspécto da sustentabilidade, da atuação social e certificações orgânicas com os quais a Triunfo atua. O balanço final para a empresa deve vir nos próximos meses deste ano.